DORES DO INDAIÁ
21º MIN     33º MAX

Toquinho mantém cinturão do WSOF, mas volta a segurar finalização após desistência do oponente

Vitória do mineiro sobre Jake Shields fica marcada por atitude desleal; presidente da organização admite que campeão meio-médio pode ser suspenso e perder o cinturão

Postado em: 03 de agosto de 2015

Rousimar ‘Toquinho’ Palhares se envolveu em mais uma polêmica. Na luta principal do WSOF 22, nesse sábado, em Las Vegas, o mineiro de Dores do Indaiá defendeu o cinturão dos meio-médios com sucesso pela segunda vez, ao bater Jake Shields no terceiro round, com uma kimura. A vitória ficou marcada por uma atitude antidesportiva do brasileiro, que demorou a soltar a finalização, apesar da desistência do adversário e da interferência do árbitro. 

Esta não é a primeira vez que Toquinho se envolve nessa situação. O lutador da Team Nogueira foi demitido do UFC, em outubro de 2013, justamente por demorar a soltar uma chave de calcanhar em Mike Pierce. Esse caso foi reincidência na carreira de Toquinho, que havia sido acusado de deslealdade na vitória sobre o polonês Tomasz Drwal, em 2011, também ao segurar uma chave de calcanhar. 

No caso ocorrido no WSOF, o árbitro Steve Mazzagatti chegou a bater muitas vezes nas costas de Toquinho para que ele largasse a finalização. Shields se desesperou e deu vários tapinhas de desistência. Assim que o brasileiro soltou a imobilização, o norte-americano, bastante irritado, o acertou com um soco no rosto. Toquinho encarou o rival, mas preferiu comemorar a manutenção do cinturão. 

Além da demora para soltar a kimura, Jake Shields reclamou de outros atitudes desleais de Toquinho durante a luta. "Ele colocou o dedo nos meus olhos oito vezes. Ele é uma vergonha. Ele é um lutador sujo e deveria ser desclassificado”, comentou. 

O vice-presidente do World Series of Fighting, Ali Abdel-Aziz, lamentou a atitude antidesportiva e relembrou quando deu um voto de confiança a Toquinho no momento da contratação. O dirigente afirmou que é possível que o campeão seja suspenso e perca o cinturão.

“Eu sou o cara que estendeu a mão para ele e disse: vou te contratar. Se eu rever a luta e entender que Palhares segurou a finalização e cutucou o olho de Shields algumas vezes, ele pode ser destituído do título. Assim, Jake Shields lutaria pelo cinturão contra o vencedor da luta entre Yushin Okami e Jon Fitch. Eu teria de suspender Palhares. Eu gosto do Palhares. Ele é um cara legal, mas eu acho que ele tem problemas. Tivemos um evento incrível, e ele não tem de segurar a finalização, porque o adversário bateu. Deixe o cara ir”, comentou o dirigente, em entrevista ao MMA Fighting.

VEJA O VÍDEO DA FINALIZAÇÃO

Fonte: SuperEsportes

Anuncie Aqui

Curta nossa fanpage no Facebook! Siga-nos no Twitter Siga-nos no Instagram

Copyright 2006 - 2017 - Todos os direitos reservados

CURTA A FANPAGE DO PORTAL DERIKS.NET

VISITANTE Nº: 1.334.065